Projeto beneficiou 45 mulheres que têm câncer

Pacientes ganham perucas feitas com fios doados; 300 pessoas já colaboraram

iG Minas Gerais | ANDRÉ MARTINS |

FERNANDA CARVALHO / O TEMPO
Iniciativa auxilia mulheres a acreditar na cura, diz coordenador
Há quase dois anos, pacientes do centro de oncologia do Instituto Mário Penna, em Belo Horizonte, recebem mais que cuidados clínicos. Por meio do projeto Doe Seu Cabelo, do núcleo de marketing do hospital, 45 mulheres lutam contra a doença com menos dor, pois receberam perucas que substituem os fios que caíram durante o tratamento. Em parceria com uma empresa especializada em perucas e contando com doações, o hospital tem feito os adereços e os repassado gratuitamente às pacientes, todas atendidas pelo Sistema Único de Saúde. O material foi doado por 300 pessoas. O projeto ganhou repercussão por meio das redes sociais e sensibilizou pessoas como a geógrafa Natália Pinto Simões, 24, que planejava deixar o cabelo crescer. “A importância de se ter cabelo pode parecer uma coisa banal para quem não enfrenta um câncer, mas para essas pessoas é muito grande”, explica. “Quem doa está trabalhando com o resgate da autoestima do outro. Para essas pacientes, acreditar na cura é essencial e o projeto auxilia nisso”, diz o coordenador do projeto, Samuel Dias. Interessados em fazer doações via Instituto Mário Penna devem entrar em contato pelo telefone (31) 3299-9502 ou deixar um recado na página do Facebook: institutomariopenna É preciso que os fios tenham no mínimo 12 cm e estejam desembaraçados e, preferencialmente, lavados e totalmente secos. Mutirão. No próximo dia 18, o Colégio Loyola promove um mutirão para doações das 9 às 17h. Quem quiser doar parte do cabelo, independentemente de ter ou não vínculo com a escola, pode comparecer na sede.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave