Petrobrás alterou contrato, diz nota

iG Minas Gerais |

São Paulo. A Petrobras divulgou ontem uma nota em atendimento à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) sobre a denúncia de contrato superfaturado entre a estatal e a Construtora Odebrecht. Segundo o comunicado, o contrato firmado em outubro de 2010 para a prestação de serviços relacionados à carteira de projetos de segurança, meio ambiente e saúde da área de negócios internacional da companhia foi renegociado em janeiro de 2013 com a Odebrecht, principalmente em virtude da necessidade de refletir no documento o portfólio atualizado de ativos e necessidades de serviços de controladas da Petrobras no exterior, e considerou as ponderações da auditoria interna da estatal. De acordo com o comunicado enviado ontem, o contrato original previa a possibilidade de solicitação de serviços em nove países (Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, EUA, Japão, Paraguai e Uruguai) até o limite máximo de US$ 825,66 milhões. Mas houve renegociação e foi reduzido para quatro países e US$ 481,69 milhões.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave