Avacoelhada

iG Minas Gerais |

Embora o América seja essencialmente revelador de talentos, historicamente houve falhas no aproveitamento de muitos atletas na transição para o profissional. Willian não teve oportunidades no Coelhão, mas jogou no Grêmio e Corinthians. Aliás, dos campeões da Copinha de 96, Evanilson e Rinaldo foram mais utilizados. Palhinha foi muito cobrado por torcedores, que, em vez de avaliarem o potencial, analisaram o desempenho do jogador em formação. Dênis e Wellington Paulo foram emprestados diversas vezes. Fred nem estava relacionado para disputar a Copa São Paulo. Há vários outros casos de pratas da casa mal aproveitados. Falta criar no profissional um processo para melhorar as condições de trabalho do jovem atleta promovido. Trabalhar a evolução dos sub-23 a fim de evitar gastos desnecessários com excessivas contratações equivocadas. A voz Celeste O lateral Maike, que para mim deveria ser titular, ganhou um presente dos céus com o terceiro cartão amarelo de Ceará – vai ser titular no jogo que pode sacramentar de vez o título celeste. A partida de hoje contra o Vitória segue naquela linha de que não existe jogo fácil no Brasileiro. Os baianos são bem treinados por Nei Franco e ainda sonham com a vaga para a Libertadores de 2014. Surgiu a notícia de que o Cruzeiro havia mandado o massagista Tita embora.O que aconteceu foi o seguinte: Tita, desde o dia 20 de outubro, não aparece na Toca, inclusive, perdeu a convocação para a seleção brasileira. Os diretores tentaram contato como massagista, sem sucesso durante vários dias. Ontem, conseguiram falar com Tita, e ele disse que se reapresenta na quinta-feira. Segundo os dirigentes celestes, o Cruzeirose coloca à disposição para ajudar no que for necessário. Acho mais do que justo, afinal, o massagista presta serviços ao clube há vários anos. A voz da Massa Saudações alvinegras! Viram a reportagem do nosso goleiraço Victor na TV anteontem? Quero comentar a respeito dela. Antes digo, sem nenhum bairrismo, que Victor é o melhor goleiro em atividade no futebol brasileiro e ponto final. Naentrevista, ele fala do desejo de participar da Copa do Mundo 2014, já que, por muito pouco, não disputou a de 2010. Para mim, a menos que algo muito anormal aconteça, o nome dele já está na lista da seleção para a Copa do ano que vem, aqui no Brasil. Seu principal concorrente, Diego Cavalieri, do Fluminense, teve uma campanha desastrosa neste ano, enquanto Victor fez uma temporada irretocável no Galo, inclusive, todos se lembram, como um dos grandes responsáveis pela conquista do título mais importante das Américas, a Libertadores. E mais, eu acredito que Victor tem tudo para ser o camisa 1 do Brasil na Copa. Alguém contesta? 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave