IAAF ratifica recorde de queniano na maratona

Wilson Kipsang é o dono do novo tempo a ser batido na maratona: foram 42,195 km em 2h03min23s

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

IAAF/Divulgação
Queniano conquistou melhor índice na Maratona de Berlim, ainda em setembro
A Associação Internacional das Federações de Atletismo (IAAF, na sigla em inglês) ratificou nesta terça-feira o novo recorde mundial da maratona. O queniano Wilson Kipsang havia registrado o melhor tempo da história na tradicional prova de 42,195 km, com 2h03min23s, mas a marca só foi reconhecida nesta terça. Kipsang cravou o melhor tempo na Maratona de Berlim, no dia 13 de setembro. Com o resultado, superou em 15 segundos o recorde que pertencia ao compatriota Patrick Makau, de setembro de 2011. Assim como o novo recordista, Makau registrou sua melhor marca em Berlim, cidade que já presenciou a quebra de nove marcas mundiais na prova. Desta vez, Kipsang soube tirar vantagem do forte ritmo da prova e das condições climáticas favoráveis para impor a nova marca mundial. Com a ajuda de "coelhos", que mantiveram a corrida em alto nível, o queniano deu indícios desde o início de que teria condições de bater o recorde. Sem oscilar, confirmou a expectativa e se tornou o novo recordista da maratona.

Leia tudo sobre: atletismomaratonawilson kipsongrecordeiaaftempocorridaberlim