Presidente do Betim espera disputar o Módulo II já como Ipatinga

Dirigente afirmou ter recebido apoio do Vale do Aço para que a equipe possa voltar

iG Minas Gerais | ANTÔNIO ANDERSON |

ESTADÃO CONTEÚDO
PE - SÉRIE C/SANTA CRUZ X BETIM - ESPORTES - Lance da partida entre Santa Cruz e Betim, válida pela Série C do Campeonato Brasileiro, no Estádio do Arruda, no Recife, neste domingo. O Santa venceu por 2 a 1 e garantiu o acesso à Série B em 2014. 03/11/2013 - Foto: DIEGO NIGRO/JC IMAGEM/ESTADÃO CONTEÚDO
O presidente do Betim, Jaider Moreira, espera que na reunião do arbitral do Módulo II do Campeonato Mineiro, prevista para a próxima semana, a Federação Mineira de Futebol (FMF) já possa confirmar o clube disputando a competição regional como Ipatinga. “Já estamos conversando com o Paulo Schettino, presidente da FMF, para que a entidade possa nos ajudar neste sentindo. A situação precisa ser regularizada na CBF e  a FMF está atenta para nos ajudar”, afirmou Jaider Moreira. O dirigente espera que até a próxima segunda-feira seja confirmada uma audiência com a prefeita de Ipatinga, Cecília Ferramenta (PT), para tratar da volta do clube para a cidade do Vale do Aço. “Estamos recebendo um grande apoio da sociedade ipatinguense para que o time volte à cidade. Isso nos deixa contentes e ainda mais determinados a conseguir essa meta”, declarou Jaider Moreira, que considera fundamental em sua administração tornar realidade esse desejo. “Essa é a minha grande prioridade como presidente do clube. Não concordo com essa coisa de pegar um time que está há muitos anos atuando em uma cidade e depois mudá-lo para outra”, declarou Jaider Moreira. O clube foi fundado no dia 21 de maio de 1998 e representou a cidade do Vale do Aço até dezembro do ano passado. Como Ipatinga, o clube foi campeão mineiro em 2005, ganhou a Taça Minas Gerais de 2004 e 2011 e o Módulo II de 2009. Em âmbito nacional, o Tigre foi semifinalista da Copa do Brasil de 2006 e vice-campeão da Série B de 2007. “Temos uma ligação muito forte com a cidade de Ipatinga e não podemos encarar com naturalidade essa mudança de sede. O povo da cidade é apaixonado pela instituição e foi muito triste ver jogos do Betim com praticamente nenhum torcedor na arquibancada na Série C. Acredito que se fosse no Ipatingão aquele jogo contra o Santa Cruz-PE poderíamos ter mais de 28 mil pessoas nos apoiando em busca da classificação”, completou Jaider Moreira.