Atlético aumenta multa e renova contrato de Jô

Atacante está na mira de clubes do futebol europeu, mas diretor alvinegro afirma que não chegaram ofertas

iG Minas Gerais | GABRIEL PAZINI* |

Um dos principais jogadores do Atlético na temporada, o atacante Jô está valorizado e na mira de clubes do futebol europeu. Na manhã desta terça-feira, foi veiculado na imprensa gaúcha que o avante já estaria negociado com um clube do Velho Continente pelo valor de 13 milhões de euros, no entanto, a informação não procede e o contrato do jogador será renovado. "A multa aumentou, mas o Atlético não comenta valores. O contrato vai ser prorrogado até 2016", afirmou Eduardo Maluf, diretor de futebol do Atlético, em entrevista ao Super FC. O dirigente ainda disse que nenhuma proposta chegou. "A janela de transferências está fechada e ninguém faz proposta quando a janela está fechada. Os times da Europa só poderão contratar a partir de 1º de janeiro. Não chegou proposta alguma. Você não tem preço em um jogador agora antes do Mundial. Podemos ser campeões do Mundial com três gols do Jô, e isso vai fazer o valor dele aumentar. Nem pensamos em negociar qualquer jogador antes do Mundial, e ele só vai sair se for uma proposta irrecusável". A especulação surgiu na imprensa gaúcha porque o Internacional detém 15% dos direitos econômicos de Jô, e teria lucro em uma transferência do atacante. Maluf, no entanto, afirmou que o Colorado não fará diferença alguma em negociações futuras. "Não temos que comunicar o Inter que vamos vender. Não falaremos para o Inter quando chegar proposta, vamos tratar em segredo", garantiu. O diretor executivo do clube gaúcho, Milton Drummond, confirmou as informações. "Nós do Internacional não temos conhecimento deste processo, até porque o Atlético que detém 100% dos direitos federativos. O Inter é um parceiro e detém 15% dos direitos econômicos. Nós não negociamos o Jô", afirmou Drummond. Interesse do Porto A reportagem do Super FC apurou que um dos interessados em contar com os serviços de Jô é o Porto (POR). Perguntado sobre o interesse do clube português, que é parceiro do Banco BMG, assim como o Atlético, Maluf afirmou que "não chegaram propostas de nenhum clube", mas desconversou quando perguntado se existe ou não o interesse do Porto e se já ocorreram sondagens. *com supervisão de Leandro Cabido

Leia tudo sobre: futebolesporteatleticogalojoatacante