Sada volta aos treinos depois de uma semana sem jogos e treinos

Atuais campeões do mundo aproveitaram bem o período para descansar o corpo e, principalmente, a mente

iG Minas Gerais | DANIEL OTTONI |

MARIELA GUIMARAES / O TEMPO
El Mago. Levantador William durante treinamento do Sada Cruzeiro ontem, disse que sua passagem pela Argentina ajudou na carreira
O Sada Cruzeiro, atual campeão Mundial de Clubes, retornou nesta segunda aos treinamentos no CT do Barro Preto, após uma semana inteira sem treinos e atividades. Os jogadores aproveitaram para viajar e descansar antes de voltar ao batente. "Prefiro dizer que foram sete dias de recuperação e não de folga. Todos voltaram muito bem, dentro do previsto. O grupo é muito comprometido com suas responsabilidade e mostra uma consciência que favorece muito o nosso trabalho", elogia Fábio Correia, preparador físico do time, bacharel em Esportes pela Universidade de São Paulo (USP). Mesmo com os jogadores longe e sem compromissos oficiais, as tradicionais recomendações foram passadas e cumpridas à risca. "É preciso um cuidado permanente. Uma coisa é estar de férias e folgado, literalmente. Outra coisa foi esse período de uma semana, onde era necessário evitar abusos. Alguns levam lições para casa, para desenvolverem trabalhos fisioterápicos e físicos. A questão individualizada também entra na programação", indica o profissional, responsável por dar aos atletas a melhor condição possível. Depois de duas semanas de intensa preparação para o Mundial, período que foi muito bem aproveitado pelos jogadores, focados no maior compromisso da temporada, os sete dias que apareceram para o descanso vieram em boa hora. "Esse período foi ótimo para a parte fisica e também mental. O Mundial foi muito estressante, desgastou muito e agora poderemos fazer uma espécie de mini pré-temporada. Já estamos pensando no nosso próximo jogo", admite Correia, referindo-se ao clássico contra o Vivo-Minas, no próximo dia 30, no ginásio do Riacho, em Contagem. Por mais que o descanso tenha sido aproveitado, a situação é bem diferente de um começo de temporada, quando os trabalhos começam aos poucos. "Iremos, novamente, dar a eles atividades gradativas. Mas, o momento agora não é de volta de férias, de um período mais longo. Não posso desacelerar tanto o processo. O enfoque inicial é mais físico, mas os trabalhos com bola serão retomados de imediato. Na sexta-feira, queremos que eles já estejam treinando com intensidade máxima", indica Correia.