Renato Gaúcho exalta Fábio e minimiza jejum de gols gremista

Treinador disse que faltou sorte ao Tricolor e jogou a toalha, dizendo que o Cruzeiro já é o campeão brasileiro de 2013

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Grêmio/Divulgação
Renato Gaúcho frisou que o Grêmio segue vive no Brasileirão em busca de vaga na Libertadores
Ao cair por 3 a 0 diante do Cruzeiro, no último domingo, no Mineirão, o Grêmio amargou o seu sexto jogo seguido sem marcar gols, mas o técnico Renato Gaúcho evitou fazer críticas ao ataque do seu time. O treinador preferiu exaltar a boa atuação do goleiro Fábio, assim como destacou que vem faltando sorte à equipe gremista. "O Grêmio jogou bem, a única diferença que houve é que o Cruzeiro soube aproveitar as oportunidades que teve e teve o Fábio numa grande tarde. Tivemos as oportunidades, mas infelizmente nós paramos nas mãos do Fábio", analisou o comandante, admitindo também que a derrota para os cruzeirenses foi um resultado normal. "Infelizmente não era o nosso dia hoje (domingo). O Cruzeiro, como já havia dito antes da partida, já é o campeão brasileiro há muito tempo, nessa rodada, na próxima rodada. O Cruzeiro é uma grande equipe, o Grêmio é uma grande equipe e tudo poderia acontecer... E o Cruzeiro teve mais sorte nas finalizações", acredita. Já ao falar sobre o jejum de gols do ataque gremista, que não balança as redes desde o dia 20 de outubro, quando empatou por 2 a 2 no Gre-Nal, Renato admitiu que é preciso melhorar neste aspecto ofensivo, mas ponderou: "Não é uma coisa normal você ficar seis jogos sem marcar, mas por outro lado o que vi hoje me deu um pouco mais de esperança e tranquilidade porque nós criamos. Tivemos várias oportunidades de gol, mas infelizmente para gente o Fábio estava em uma grande tarde. Hoje o goleiro realmente teve mais felicidade que os atacantes". Para completar, Renato exibiu certo tom de desabafo ao lembrar aos jornalistas que o Grêmio se manteve na terceira posição da tabela e segue firme no seu objetivo de assegurar classificação para a Libertadores. "O Grêmio não está no campeonato a passeio. Tem muito time que já não tem mais nada a fazer no campeonato. O Grêmio continua no G4, não está de férias", ressaltou.

Leia tudo sobre: gremiotecnicorenato gauchocruzeirofabio