Marcelo Oliveira contém euforia a um ponto do título

Treinador frisou necessidade de garantir a conquista matematicamente, mas mostrou otimismo que a meta será alcançada em breve

iG Minas Gerais | DÉBORA FERREIRA |

LEO FONTES / O TEMPO
Marcelo Oliveira ficou insatisfeito com atuação do Cruzeiro diante do Internacional, neste sábado
Enquanto torcida e jogadores comemoraram o tricampeonato, e até chegaram a ensaiar uma volta olímpica no Gigante da Pampulha, o técnico Marcelo Oliveira preferiu adotar a discrição e se limitou a celebrar a vitória diante do Grêmio, um dos times que foi candidato ao título neste ano. Questionado sobre o assunto, o treinador respondeu que acredita sim na iminente conquista, mas prefere adotar a cautela, especialmente quando se trata de futebol. “(A comemoração) vai ficar para quarta. Eu penso sempre que no futebol você tem que garantir numericamente a conquista, só que ela está muito próxima, porque o time é muito consistente. Achei justo comemorar, foi uma vitória sensacional num momento difícil, com o Grêmio tentando dificultar ao máximo”, explicou Marcelo. Segundo ele, é preciso manter os pés no chão por conta de reviravoltas que já aconteceram no campeonato, como a permanência do Fluminense na série A, em 209, após o clube chegar a 98% de chance de cair, ou Goiás e São Paulo neste ano, que estavam na zona de rebaixamento e agora brigam por uma vaga na Libertadores. “Tenho consciência absoluta de que (a conquista) está muito próxima, já qualquer resultado semelhante ao do Atlético-PR somos campeões. Como comandante , a gente precisa administrar isso porque ainda tem jogo, porque da mesma forma um clube estava perto de cair, ganhou 15 jogos e chegou a Libertadores. Mas não vamos nos acomodar, vamos jogar forte, como estávamos fazendo sempre”, afirmou.

Leia tudo sobre: cruzeiroraposamarcelo oliveiratecnicotitulobrasileirolider