Juventus volta a ser punida por ofensas a napolitanos

Pena foi imposta por causa das provocações na vitória sobre o Napoli, por 3 a 0

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

REPRODUÇÃO/JUVENTUS
Equipe de Turim venceu o Milan por 1 a 0 no último domingo pelo Italiano
A Juventus terá que jogar com parte das arquibancadas do seu estádio fechadas nas duas próximas partidas da equipe como mandante no Campeonato Italiano. Nesta segunda-feira, a equipe de Turim, maior campeã do futebol daquele país, foi punida numa resposta às ofensas contra a torcida do Napoli no confronto do último domingo, quando o time alvinegro ganhou por 3 a 0 em casa. A decisão tomada nesta segunda-feira determinou que o setor sul da Arena Juventus fique fechado para a torcida nas partidas contra a Udinese, em 1º de dezembro, e diante do Sassuolo, duas semanas depois. Já a curva do setor norte, atrás da outra baliza ficará fechada apenas diante do time de Údine. A temporada do futebol italiano tem sido marcada por ofensas de torcedores dos principais clubes do norte do país (Inter de Milão, Milan, Roma, Torino e a própria Juventus) contra os sulistas, especialmente o Napoli - o Catania é o outro clube do sul da Itália a jogar o torneio. As punições não têm impedido que as ofensas regionalistas prossigam. A própria Juventus já havia sido punida, há duas semanas. Na ocasião, o fechamento de um setor do estádio foi colocado em suspensão e só seria aplicado em caso de reincidência, o que demorou apenas 15 dias para acontecer, ativando a pena.  

Leia tudo sobre: Juventusfutebolfutebol italianopuniçãoArena JuventusNapoli