Bruno Schmidt e Pedro Solberg confirmam separação

Os brasileiros ainda vão disputar a etapa do Circuito Mundial em Durban, na África do Sul

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

FIVB/Divulgação
Brasileiros venceram Circuito Mundial após se tornarem campeões brasileiros
Atual campeã brasileira, a dupla Bruno Schmidt/Pedro Solberg não existe mais. A separação foi confirmada pela Confederação Brasileira de Vôlei, que não recebeu inscrição da dupla para a etapa do Guarujá do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia, que começa sexta-feira no Guarujá (SP). Mas, como lutam pelo título do Circuito Mundial, eles ainda jogarão juntos a etapa de Durban na África do Sul, entre 11 e 15 de dezembro. "Para o Circuito Mundial, não muda nada. É obrigação nossa chegar em Durban e fazer o máximo para buscar esse titulo. É um compromisso com a seleção e levamos isso muito a sério”, afirma Bruno. Ele e Pedro precisam ser campeões na África do Sul e torcer para um fracasso da parceria da Letônia, que lidera o ranking. A decisão pelo separação foi tomada pelo sobrinho de Oscar Schmidt. O principal argumento para "abrir a dupla", segundo Bruno, é a dificuldade que ele encontrava em viajar de Vitória (ES), onde mora, para o Rio, onde reside Pedro, para treinar. “Formamos um time muito bom, o melhor que já joguei, com uma comissão técnica fantástica. Aprendi demais com o Pedro e tive uma ascensão muito grande ao lado dele. Mas a distância de casa e a correria do dia a dia não foram os únicos motivos para eu ter quebrado a dupla. Também busco coisas ainda maiores, uma decisão que vai mudar a minha vida até 2016", comenta Bruno. A tendência é que Schmidt passe a formar dupla com Alison, que tem compromisso como Emanuel até o fim deste ano, apenas. O "Mamute" também é de Vitória, o que facilitaria a parceria. "Já estou me reestruturando. Quero mais do que qualquer um jogar essa Olimpíada no Rio”, aponta Bruno. No Guarujá, Alison ainda jogará com Emanuel. Demais nomes da seleção, Evandro e Vitor Felipe seguem juntos, mas Ricardo atuará com Márcio e Álvaro Filho com Edson Filho. Antes do fim do Circuito Mundial, o giro brasileiro ainda passa por São José (SC), entre 6 e 8 de dezembro.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave