De clássicos à arte de rua

Chicago reúne uma expressiva coleção, que remonta a 5.000 anos de expressão artística ao redor do mundo

iG Minas Gerais | Mari Campos |

Mari Campos
As esculturas “Borders”, que ficam expostas nas ruas do Grant Park até meados de 2014
O circuito de artes de Chicago, além de ostentar grandes e excelentes museus (como o Art Institute, com acervo de quase 300 mil peças e uma das maiores coleções de arte impressionista do mundo), inclui mais de 6.000 esculturas públicas espalhadas por ruas e parques, algumas em exposições temporárias, como “Borders”, do islandês Steinunn Thórarinsdóttir, no Grant Park até a primavera de 2014. Outras boas opções são o Museu Field de História Natural e o Shedd Aquarium, cujas entradas com desconto, assim como no caso do Art Institute, também integram o Chicago City Pass, uma opção prática e mais econômica para o turista. Lá também é terra para boas compras. O trecho da Michigan Avenue conhecido como Magnificent Mile, uma espécie de Quinta Avenida local, tomado por shoppings e marcas de luxo, faz contraponto à paralela State Street, que reúne lojas de marcas populares como H&M, GAP e Banana Republic. Há ainda o novo Chicago Premium Outlets, distante quase uma hora do centro, que reúne mais de 120 lojas com ofertas de até 70% de desconto. Caminhando na direção sul pela Michigan Avenue, chega-se ao “Cloud Gate”, a sensacional obra de arte metálica de Anish Kapoor popularmente conhecida como “the bean” (o feijão), que é hoje, com o skyline refletido em sua superfície, a cena mais fotografada de toda a cidade. Dali, o passeio pelo gigante Millennium Park é inevitável, seja qual for a sensação térmica nas ruas. Nos meses de verão, há espetáculos musicais e teatrais, muitas vezes gratuitos, numa belíssima concha acústica, projeto de Frank Gehry, instalada quase ao lado do “feijão” e suas fontes de água fazem a alegria da criançada. Se o tempo estiver bom, os bancos são pausa perfeita para o descanso, assim como as margens do grandioso lago Michigan, e suas cerca de 30 praias artificiais, além do bucólico Navy Pier, também na beira do lago, com direito a carrossel e roda-gigante. Impressionismo Com mais de 5.000 anos de expressão artística mundial, o Art Institute of Chicago se destaca por sua coleção impressionista, com 30 obras de Claude Monet, além de Renoir, Matisse e, entre outros, Cézanne. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave