Mudanças para atenuar pressão

iG Minas Gerais | Litza Mattos |

A Confederação Brasileira de MMA afirma acompanhar de perto os casos extremos. Para 2014, a entidade prepara medidas para evitar novas tragédias.   “Vamos constituir o ranking nacional de eventos, em que os atletas vão ter um calendário e poderão se manter praticamente próximos ao peso ideal. Já cadastramos 306 municípios com mais de 100 mil habitantes no país; 26 só em Minas Gerais”, disse Cláudio Silva, diretor da CBMMA. A confederação estuda a possibilidade de uma pesagem simbólica ser feita um dia antes, “para manter a tradição”, e mudar a oficial para o dia do evento. “Isso vai evitar que os atletas se pesem um dia antes e depois ganhem 4 kg ou 5 kg. Além disso, queremos permitir que ele tenha um quilo a mais ou a menos do estipulado pela categoria”, diz Silva. Para o atleta Marcelo Santos Azevedo, o Uirapuru, essas alterações trariam mais segurança para o competidor. Porém, ele duvida da implementação. “Hoje o maior evento do mundo é o UFC norte-americano. Sabemos que tendo eles como referência continuaremos a seguir e adotar esse sistema”, afirma. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave