Pessoas alcoolizadas podem ficar de fora

iG Minas Gerais |

douglas magno
Ana Lúcia é a responsável por controlar o acesso a uma das boates
Na última quinta-feira, o relógio marcava meia-noite, quando o silêncio na rua Gonçalves Dias, na região Centro-Sul da capital, foi cortado de repente por gritos de um grupo de quatro jovens que se aproximava da entrada da festa #Secreto, onde as primeiras pessoas já se organizavam em fila para entrar no disputado local. “É isso que não pode acontecer”, comentou o proprietário, Otávio Clementino. Na porta, a hostess da casa, Cinthia Porto, já foi logo avisando que os convidados não poderiam entrar com a latinha de cerveja que carregavam. “Aqui não entra se estiver bêbado, mesmo se estiver com o nome da lista”, disse a moça. Para a promoter da boate Woods, Ana Lúcia Maia, as casas não estão interessadas em receber pessoas que já chegam alcoolizadas. “Observamos como as pessoas se portam. Se der trabalho, nunca mais entra na lista”, diz.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave