Time de Conca e Muriqui é campeão asiático e vai ao Mundial

Meia Elkeson, ex-Vitória e Botafogo, marcou o único gol do time chinês, já no segundo tempo; Dejan Damjanovic ainda empatou, mas a festa já era dos mandantes

iG Minas Gerais | Da Redação |

Reprodução/Site oficial
No dia 3 de agosto, o time chinês irá enfrentar o Real Madrid, em partida amistosa
O Guangzhou Evergrande garantiu vaga na disputa do Mundial de Clubes neste sábado (9), ao faturar o título da Liga dos Campeões da Ásia. A equipe do argentino Dario Conca, ex-Vasco e Fluminense, levantou o troféu depois de um empate por 1 a 1 diante do FC Seul, em casa, que garantiu a conquista graças aos gols marcados fora de casa, já que a partida de ida, na Coreia do Sul, havia sido 2 a 2. Se Conca é o principal astro do time, foi outro conhecido do futebol brasileiro o maior responsável pelo título. O meia Elkeson, ex-Vitória e Botafogo, marcou o único gol do time chinês na final deste sábado, já no segundo tempo, levando ao delírio os milhares de torcedores que lotavam o Tianhe Stadium. Dejan Damjanovic ainda empatou, mas a festa já era dos mandantes. Este é o primeiro título continental da história do Guangzhou, que despontou nos últimos anos como uma força asiática graças aos milhões de dólares da Evergrande Real Estate Group. A empresa estatal ligada ao setor imobiliário comprou o clube em 2010 e desde então mudou sua realidade. O time também é o primeiro chinês a vencer a Liga dos Campeões da Ásia desde 1990, quando o Liaoning FC levantou o troféu. O Guangzhou conta no elenco ainda com outro brasileiro, o atacante Muriqui, ex-Atlético-MG. No banco de reservas, a equipe é comandada pelo italiano Marcelo Lippi, que se tornou neste sábado o primeiro técnico a conquistar a Liga dos Campeões da Ásia e da Europa, após ter sido campeão pela Juventus em 1996. Com a classificação, o Guangzhou pode entrar no caminho do Bayern de Munique no Mundial. O time chinês estreará na competição diante do campeão africano, ainda não definido, e quem vencer pegará os alemães. O duelo com o Atlético-MG, campeão da Libertadores, aconteceria somente em uma possível final.

Leia tudo sobre: Conca