Dodig/Melo vence, segue 100% e garante ponta do grupo

Dupla do brasileiro com croata vive boa fase no ATP Finals; próximos adversários serão espanhóis Marrero e Verdasco

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Associated Press
Ivan Dodig of Croatia, front, and Marcelo Melo of Brazil celebrate their win against Mariusz Fyrstenberg of Poland and Marcin Matkowski of Poland at the end of their ATP World Tour Finals double tennis match at the O2 Arena in London Thursday, Nov. 7, 2013. (AP Photo/Sang Tan)
A dupla formada pelo brasileiro Marcelo Melo e o croata Ivan Dodig manteve os 100% de aproveitamento no ATP Finals neste sábado, com mais uma vitória, a terceira em três partidas. As vítimas da vez foram o paquistanês Aisam-Ul-Haq Qureshi e o holandês Jean-Julien Rojer, que caíram por 2 sets a 1, com parciais de 7/5, 3/6 e 11/9, em 1h24min de partida. O resultado garantiu que Melo e Dodig terminassem a primeira fase na liderança do Grupo A, o que evita um confronto brasileiro na semifinal, já que Bruno Soares e o austríaco Alexander Peya também terminaram na ponta da outra chave. Desta forma, Melo e Soares só podem se enfrentar em uma possível decisão. Agora Marcelo Melo e Ivan Dodig terão pela frente a dupla espanhola formada por David Marrero e Fernando Verdasco, segunda colocada do Grupo B. Pelo menos na teoria Melo e Dodig levam vantagem, já que ocupam a terceira colocação do ranking de duplas, enquanto Marrero e Verdasco são os sextos do mundo. A partida deste sábado começou do jeito que Melo e Dodig queriam e a dupla conseguiu uma quebra logo no primeiro game. A vantagem no entanto, não durou nada e Qureshi e Rojer reagiram na sequência, igualando o jogo. Os adversários foram trocando games até o 11.º, quando o brasileiro e o croata voltaram a abrir uma quebra e depois sacaram para fechar. Na segunda parcial foi a vez de Qureshi e Rojer pularem à frente logo no início, com uma quebra no segundo game. O paquistanês e o holandês não vacilaram e fecharam com tranquilidade. A partida então, foi para o super tie-break, no qual a consistência de Dodig e Melo fez diferença e eles arrancaram para a vitória.

Leia tudo sobre: tenisatp finalslidertorneio