Brasília é confirmada como sede da Universíada de 2019

Brasil voltará a receber uma edição do torneio após 50 anos, que desta feita terá cinco modalidades não obrigatórias

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

A cidade de Brasília foi confirmada neste sábado como sede da Universíada de 2019. A capital do Brasil acabou sendo a candidata única do processo eleitoral, realizado em Bruxelas, na Bélgica, após as desistências de Baku, no Azerbaijão, e Budapeste, na Hungria. Assim, Brasília foi escolhida pela Federação Internacional de Desportos Universitários para sediar uma edição da Olimpíada Universitária daqui a seis anos. "A Universíada é importante para esse momento que Brasília está vivendo e, sobretudo, para o crescimento do desenvolvimento humano", disse Agnelo Queiroz, governador do Distrito Federal. "Foi a vitória de um povo determinado, de Brasília e do Brasil", completou. Com a escolha, o Brasil voltará a receber uma edição da Universíada, evento que foi realizado em 1963 na cidade de Porto Alegre. Anteriormente, Brasília se candidatou a sediar a Olimpíada Universitária em 2017, mas acabou sendo derrotada por Taipé, em Taiwan, no processo eleitoral. A proposta brasileira foi de que a Universíada de 2019, além das 17 modalidades obrigatórias, também tenha disputas de futebol de areia, futsal, triatlo, vela e vôlei de praia. A competição é realizada a cada dois anos e deverá reunir cerca de 12 mil atletas, com idades entre 17 e 28 anos, de 166 países. A próxima edição da Universíada, em 2015, será disputada na cidade de Gwangju, na Coreia do Sul. Dois anos depois, será a vez de Taipei organizar o evento que precederá a Universíada de 2019 em Brasília.

Leia tudo sobre: brasiliasedeUniversíada2019esporte