Reuniões mostram divisão interna

iG Minas Gerais | Carla Kreefft |

Nos bastidores do PSDB, a informação é que o nome do ex-prefeito Pimenta da Veiga para a disputa da sucessão estadual não foi bem recebido. Os tucanos mineiros teriam avaliado que ele está afastado da política mineira por muito tempo. Outra reclamação é a de que as bases não teriam sido ouvidas. “Estão querendo impor um nome. Temos alguns prefeitos muito jovens que nem conhece Pimenta da Veiga”, afirmou uma liderança que preferiu não ser identificada.   A esperança dos apoiadores do presidente estadual da legenda é que até o início do ano que vem a chapa para a eleição majoritária não seja definida, o que proporcionaria mais tempo para fortalecer a pré-candidatura de Pestana. Na semana passada, Pimenta da Veiga e o presidente da Assembleia de Minas, Dinis Pinheiro (PP), se encontraram com lideranças tucanas em Belo Horizonte. Marcus Pestana não esteve presente à reunião. A disposição de Pimenta da Veiga em começar a conversar com as lideranças da base do governo mineiro teria “despertado a vontade” dos apoiadores de Pestana de também começar a articular a pré-candidatura dele e, por isso, a reunião de ontem teria sido marcada. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave