Roubos de carro crescem no centro

Comerciantes e pedestres reivindicam a antecipação da operação de Natal da Polícia Militar

iG Minas Gerais | Evandro Teles |

Nelson Batista
Ruas do centro têm alto índice de furto de veículos
O número de furtos de veículos e assaltos a transeuntes aumentou consideravelmente na esquina das ruas Santa Cruz e Camilo Ana, no centro de Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte. Segundo o servidor público aposentado Clério José, de 52 anos, a situação piorou após o desligamento de uma câmera do Olho Vivo no início do ano. “Levaram meu Palio 2010 na semana passada. Anteontem, uma senhora foi vítima de assalto à mão armada, ocasião em que levaram sua bolsa. Fiz a ocorrência, mas não tenho esperança de recuperar meu carro. Conversando com comerciantes e pessoas que circulam na região, fiquei sabendo que a câmera de vigilância da Polícia Militar está fazendo muita falta. Além disso, acho que a PM poderia antecipar a operação de Natal e aumentar o efetivo no centro, pois a bandidagem está solta e fazendo a festa”, disse. Para o estudante Flávio Rodrigues, que já teve um veículo furtado no mesmo local, a localização da via facilita a fuga dos criminosos. “É uma rota estratégica. Eles seguem pela rua Santa Cruz até a Casa da Cultura e dali já caem na BR–381. Não conheço nenhuma vítima que tenha conseguido recuperar seu veículo. Acredito que uma das soluções seria o aumento de policiais em motocicletas, pela agilidade”, concluiu o estudante. Polícia Até o fechamento desta edição, a reportagem não conseguiu ouvir o comando do 33º Batalhão da Polícia Militar de Betim sobre a reivindicação das vítimas de roubos. Câmeras em dezembro A Superintendência de Segurança Pública de Betim informou que está prevista a implantação de 19 câmeras em toda a cidade até o fim deste ano, por meio do Programa do Governo Federal “Crack é Possível Vencer”. Os equipamentos devem ser alojados em pontos estratégicos da cidade.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave