Praça da Assembleia será reformada a partir de março

Obra para revitalizar espaço custará R$ 10 milhões e preservará características originais

iG Minas Gerais | Luiza Muzzi |

ASSESSORIA/assembleia de minas
Perspectiva mostra como ficará praça após concluída a revitalização
Frequentada diariamente por belo-horizontinos de todas as idades, a praça Carlos Chagas, também conhecida como praça da Assembleia, no bairro Santo Agostinho, na região Centro-Sul da capital, será totalmente revitalizada. As mudanças serão apresentadas à população amanhã, durante evento que contará com programação artística e cultural. Entre as melhorias estão a ampliação do espaço e a instalação de um local destinado a atividades físicas para idosos. Segundo a Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), a previsão é que as obras de reforma comecem em março e sejam concluídas em dezembro de 2014. Durante esse período, a praça ficará fechada. Ao todo, cerca de R$ 10 milhões serão investidos na revitalização, em uma parceria entre a Assembleia e a prefeitura da capital. O presidente da ALMG, deputado Dinis Pinheiro (PP), acredita que as mudanças vão trazer muitos benefícios para quem frequenta o lugar. “Sabemos que os espaços públicos, entre eles as praças e os parques, são cada vez mais importantes no desenvolvimento sustentável das nossas cidades. Ao fim dessa obra, queremos devolver à população um espaço de convivência ainda mais belo, confortável e agradável”, afirmou. Projeto. Para a ampliação da praça, que possui 33.700 m², será incorporada ao local uma via de acesso que liga as ruas Rodrigues Caldas e Martim de Carvalho. Serão feitas ainda reformas nos sistemas de iluminação, de drenagem, elétrico e hidráulico. Apesar das intervenções, serão mantidas as características originais do projeto paisagístico e arquitetônico de Burle Marx.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave