Kleber espera que Grêmio adie festa do Cruzeiro

Jogador afirmou que ex-clube ainda é importante para ele, mas também tem objetivos no tricolor gaúcho

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Lucas Uebel/Grêmio
undefined
O Grêmio vai para Belo Horizonte enfrentar o Cruzeiro, no domingo, com um objetivo definido: adiar a festa do adversário pelo título do Campeonato Brasileiro. Ninguém discorda no time gaúcho que a conquista esteja em mãos mineiras, mas a meta é evitar que ela seja sacramentada já neste final de semana. Para isso, o atacante Kleber não quer saber de outro resultado que não seja a vitória, mesmo fora de casa. "O Cruzeiro é muito especial para mim. Tenho o clube no coração porque vivi momentos maravilhosos profissionalmente e pessoalmente lá. Acrescentou muito na minha vida e sou grato por isso. Mas meu objetivo também é grande no Grêmio. Todo mundo sabe que o Cruzeiro será campeão, a diferença é muito grande para os outros times, mas podemos adiar isso mais uma rodada", disse. O Cruzeiro lidera o campeonato com 68 pontos, 13 de vantagem para o Atlético-PR, e será campeão se vencer o Grêmio e os paranaenses não passarem pelo São Paulo. Já os gaúchos estão na terceira colocação, com 54 pontos, e precisam da vitória para se aproximar da vaga para a Libertadores e esquecer a eliminação na semifinal da Copa do Brasil, justamente diante do Atlético-PR, na quarta-feira. "Sabemos do nosso momento, mas temos o objetivo de nos classificarmos para a próxima Libertadores da América, vamos buscar isso a qualquer custo e é nisso que a gente se apega. Sabemos do clima de euforia no Cruzeiro, a torcida vai comparecer em peso porque pode conquistar o título, mas a gente tem que fazer nossa parte. Como fomos eliminados, temos que buscar a classificação pelo Brasileiro. Então vamos atrás dos três pontos em Belo Horizonte para tentarmos reassumir a vice-liderança do Brasileirão", disse Kleber. Nesta sexta-feira, o técnico Renato Gaúcho teve uma longa conversa com os jogadores antes do treino, mas Kleber preferiu não revelar o teor dela. "Tivemos uma conversa particular. A gente já viveu algumas situações de perder campeonato e ter a frustração de que poderíamos ter dado mais, o que não aconteceu dessa vez."

Leia tudo sobre: klebercruzeirogrêmioraposajogodecisãofestacampeãotítulolibertadoresclubebrasileirãosérie arenato gaúcho