Destaque corintiano, Ralf mira time grande da Europa

Segundo o empresário, o volante não pensa em trocar o Corinthians por um clube mediano e desaparecer

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

O Corinthians não esconde de ninguém que o elenco passará por uma reformulação grande para 2014. Mas uma possível saída anda tirando o sono dos dirigentes. O volante Ralf tem o sonho de jogar na Europa e, como faz 30 anos em 2014, acha que uma transferência neste fim de ano seria a sua última chance de atuar fora do país. Ele até já comunicou os diretores para que o negociem caso venha proposta de um clube de ponta. Com 233 jogos disputados pelo Corinthians (está apenas atrás de Alessandro, com 253), Ralf é um dos poucos a escapar das cobranças dos torcedores após um segundo semestre medíocre. Sempre que seu nome é anunciado antes dos jogos, ele é ovacionado. A entrega em campo e a regularidade durante as partidas o fizeram ser um dos mais assediados do grupo. Fiorentina, Fenerbahçe e Sevilla chegaram a fazer propostas no meio do ano, recusadas pelo baixo valor ofertado. Bayern de Munique e Real Madrid mandaram consultas sobre o valor do volante, que detém 10% de seus direitos - os outros 90% são do Corinthians, mas pararam por aí. André Costa, empresário do jogador, não nega que ele tem o sonho europeu como meta, mas afirma que apenas para jogar em um clube de ponta. Ralf não pensa em trocar o Corinthians por um clube mediano e desaparecer. "É um desejo de todo mundo (ir para a Europa), principalmente para um cara como ele que já ganhou tudo no Corinthians. Acho que ele tem direito de sonhar, e estamos exercendo o direito de realizar esse sonho, embora muitas coisas tenham de ser discutidas. Ele está feliz aqui, mas estamos abertos e, se surgir alguma coisa, terá de ser sentado e bem discutido", afirmou o empresário. Ainda mais pela parte financeira não ser tão diferente. Para segurar seu volante após a conquista da Copa Libertadores de 2012 e também nesse meio do ano, o Corinthians abriu os cofres e o valorizou financeiramente. A ampliação do contrato até dezembro de 2015 elevou Ralf a status de estrela corintiana e um dos salários mais altos do elenco. "Pelo atual momento que o clube está vivendo, anda espantando muito gente, mas estamos atento ao mercado e vamos buscar algo bom para o Ralf", enfatizou André Costa. "A cada prévia da abertura da janela, sempre vem muitas consultas por ele".

Leia tudo sobre: ralfcorinthinsmirafuteboleuropeu