Uma manhã no museu com Alexandre Herchcovitch

O estilista apresentou nesta sexta-feira (8) um jeans que promete reduzir a celulite e a novidade deu o que falar entre as mulheres do Fashion Rio

iG Minas Gerais | Lorena K. Martins
Enviada Especial*
|

Agência Fotosite/Divulgação
Alexandre Herchcovitch apresentou o primeiro jeans com tecnologia que promete reduzir a celulite
Rio de Janeiro. Com a chuva que resolveu finalmente dar uma trégua na cidade, o Fashion Rio começou mais cedo em seu terceiro dia de desfile com a coleção de Alexandre Herchcovitch, que trocou o Píer Mauá para o Museu de Arte Moderna (MAM), em um desfile marcado para às onze horas da manhã desta sexta-feira (8).    Para sua coleção de inverno 2014, não fez diferente: levou o jeans para a passarela e provou a sua facilidade de lidar com o material. Deixando de lado a aparência “grosseira” desse tecido, investiu em pregas delicadamente costuradas em blusas, vestidos e saias. Os looks vieram com modelagens mais ajustadas ao corpo e caimento leve – graças à uma tecnologia do tecido que leva bastante elastano na sua composição e ainda promete evitar os sinais da celulite, já que facilita a circulação sanguínea.   Inspirada na cavalaria medieval, macacões masculinos e femininos lembravam as armaduras. E também algumas peças deixaram um gosto duvidoso na hora de levar à sério o uso fora das passarelas. Houve uma espécie de “saia-calça” que, quando vista de frente, mais parecia uma mini-saia com uma bota de cano alto acoplada. Outra modelo desfilava um macacão que na parte de trás transformava-se em vestido mullet.    Apesar de focar no jeanswear propriamente dito, o estilista mudou o tom logo no final de sua apresentação, levando um xadrez colorido feito em cetim em tons pastéis, feito manualmente com a ajuda de um bisturi. Ainda desfilam hoje as grifes 2nd Floor, TNG e a mineira Coven. O Fashion Rio encerra neste sábado (10).   

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave