Vozes da música colonial

iG Minas Gerais | Carlos Andrei Siquara |

MARCELO PRATES
Coral. Cidade dos Profetas se apresenta pela primeira vez na Basílica do Senhor Bom Jesus de Matosinhos
Fundado em 1988, o coral Cidade dos Profetas comemora 25 anos em 2013 e inicia as homenagens ao bicentenário de morte de Antônio Francisco Lisboa (1730-1814), o Aleijadinho, com um concerto centrado em músicas coloniais que será realizado amanhã, na Basílica do Senhor Bom Jesus de Matosinhos. Essa será a primeira apresentação do grupo na igreja, onde se encontram as 12 esculturas dos profetas católicos produzidas pelo artista. O evento marca também a abertura da temporada de quatro recitais que vão acontecer até fevereiro de 2014. “O projeto é um desdobramento de nossas atividades que se concentram na interpretação e no estudo de obras musicais do período colonial. Esse é um gênero que tem muita afinidade com o próprio templo, pois foram concebidos no mesmo período. Portanto, essa será uma oportunidade muito interessante de levarmos obras que têm uma relação bastante próxima com esse espaço”, explica o maestro Herculano Amâncio. Ele ressalta que todas as composições incluídas no repertório – “Stabat Mater”, do Padre João de Deus Castro Lobo; “Credo e Salve Regina”, de Lobo de Mesquita; “Missa de Oitavo Tom e Magnificat”, de Manoel Dias de Oliveira; e “Maria Mater Gratie”, de Marcos Coelho Neto – são inspiradas em temas sacros e foram escritas por autores mineiros durante o século XVIII. “Essas obras eram especialmente apresentadas em igrejas, nas celebrações religiosas. Elas eram geralmente encomendadas para serem cantadas durante algumas datas especiais”, acrescenta Amâncio. Composto por 30 integrantes, o coral realizará o seu próximo concerto no dia 14 de dezembro, em razão do Natal. Já no dia 11 de janeiro de 2014, a formação homenageará os mestres do colonial mineiro, e no dia 8 de fevereiro haverá um tributo a Lobo de Mesquita, um dos principais nomes brasileiros entre os compositores de música colonial. Agenda o quê. Concerto do Coral Cidade dos Profetas quando. Amanhã, às 11h onde. Basílica do Senhor Bom Jesus de Matosinhos, em Congonhas quanto. Entrada gratuita

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave