Quase 30 pessoas são presas durante operação em divisas mineiras

Desde quando começou, em março deste ano, a operação já abordou, pelo menos, 70 mil pessoas e 50 mil veículos

iG Minas Gerais | JULIANA BAETA |

A operação "Divisas Seguras" realizou mais prisões e apreensões. Nesta sexta-feira (8) foi divulgado o balanço final pela Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), que contabilizou 29 pessoas presas.   Quase oito mil pessoas e seis mil veículos que passavam pelas estradas mineiras nesta quinta-feira (7) foram abordados. O objetivo foi fazer um cerco à entrada de drogas, armas, explosivos, automóveis roubados e outros materiais ilícitos no Estado. Contando com um efetivo de 960 agentes de segurança, a fiscalização aconteceu em cerca de cem pontos e em praticamente todas as regiões de Minas Gerais. Ao todo, 115 veículos foram apreendidos e 568 autos de infração de trânsito lavrados. Ficaram retidos 26 Certificados de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) e 12 carteiras de habilitação (CNH), sendo duas delas falsas. Uma motocicleta furtada foi recuperada. Ainda foram apreendidas quatro armas de fogo, uma réplica e 71 munições, além de um talão de receituário em branco, 70 metros cúbicos de carvão vegetal, quatro varas de pesca, dois molinetes e 60 quilos de linguiça sem procedência. Durante as fiscalizações, também foram encontrados dez grama e uma pequena quantidade de cocaína e maconha. Balanço Desde quando as fiscalizações começaram, em março deste ano, já foram apreendidos 300 quilos de explosivos, mais de uma tonelada de maconha, 169 pedras de crack, 20 armas de fogo, 234 munições, 1.071 pares de calçados, 8 mil telhas, 860 estacas de eucalipto, uma tonelada de queijo, 289 produtos eletrônicos diversos e mais de 2 mil mídias de CD e DVD, avaliadas em R$ 60 mil, entre outros materiais. Aproximadamente, 80 mil pessoas e 50 mil veículos foram abordados. Mais de 300 pessoas foram presas. A Operação Divisas Seguras é realizada de forma integrada entre a Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), as polícias Militar e Civil de Minas Gerais, o Corpo de Bombeiros Militar, a Receita Estadual, a Receita Federal, o Ministério Público, a Polícia Rodoviária Federal e os Estados de São Paulo e Goiás.   Atualizada às 14h08 desta sexta-feira, 08/11  

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave