José Genoíno pede absolvição pelo crime de formação de quadrilha

Deputado voltou a se dizer inocente e não ter qualquer tipo de participação no escândalo político que ficou conhecido como 'Mensalão'

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

BRIZZA SOARES/AGENCIA CAMARA
undefined
O ex-presidente do PT e deputado federal José Genoíno (PT-SP) entrou com recurso, nesta sexta-feira, 8, no Superior Tribunal Federal (STF), no qual pede pela absolvição no crime de formação de quadrilha. Genoíno voltou a se dizer inocente e não ter qualquer tipo de participação no escândalo político que ficou conhecido como 'Mensalão'. "José Genoino Neto não integra quadrilha do Mensalão. José Genoino Neto é um homem digno e um cidadão honesto. É um homem público extremamente íntegro, idôneo e incansável servidor da causa pública", disse a defesa do deputado. No mês retrasado, o deputado federal fez um pedido de aposentadoria por invalidez à Câmara. Ele está de licença médica desde o final de setembro. Genoíno foi condenado, em agosto deste ano, a 6 anos e 11 meses de prisão por formação de quadrilha e corrupção ativa.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave