Haddad acredita que grupo que fraudou ISS também cometeu outros crimes

Segundo prefeito de São Paulo, quadrilha também pode ter cometido irregularidades no Imposto sobre Propriedade Territorial Urbana (IPTU)

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT-SP), comentou nesta sexta-feira, 8, sobre as denúncias de fraudes ao Imposto Sobre Serviços (ISS) e afirmou que o mesmo grupo será investigado por ter cometido irregularidades no Imposto sobre Propriedade Territorial Urbana (IPTU). O prefeito não comentou sobre o possível envolvimento de Gilberto Kassab (PSD-SP) com a questão. "Há outros tipos de irregularidades que também estão sendo investigadas, algumas possíveis fraudes no IPTU. Há denúncias de mudança cadastral do IPTU para que a pessoa pague menos. Também há denúncias sobre dívida ativa para beneficiar os devedores. Enfim, é sistêmico. Estamos abrindo várias frentes para a investigação. Infelizmente, muito trabalho para pouca gente, mas tem que ser feito", disse Haddad. Além de Kassab, o ex-secretário de Finanças, Mauro Ricardo Machado Costa também foi citado pelo auditor fiscal preso Ronilson Bezerra Rodrigues em grampos obtidos durante a investigação.

Leia tudo sobre: haddadcorrupçãokassab