Google comemora 129º aniversário de Hermann Rorschach

Em sua página inicial, um novo doodle mostra o psiquiatra sentado, segurando uma folha com manchas de tinta, técnica desenvolvida por ele que se chamou Teste de Rorschach

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Reprodução/Internet
Hermann Rorschach foi um psiquiatra suíço que ficou bastante conhecido devido aos seus trabalhos sobre o significado psicológico das interpretações de manchas de tinta
O 129º Aniversário de Hermann Rorschach está sendo comemorado nesta sexta-feira (8). E para celebrar a data, o Google colocou em sua página inicial um novo doodle. O doodle em questão mostra um desenho de Hermann Rorschach em seu escritório. No desenho, Hermann está sentado em uma cadeira e podemos ver mãos segurando uma folha com manchas de tinta (dando a impressão de que nós somos o paciente do psiquiatra). Ao lado da folha com as manchas existem duas setas que ao clicarmos vemos as manchas mudando. Além disso, também é possível compartilhar o que você vê clicando no link que existe logo abaixo da folha com o desenho. Para aqueles que não sabem, Hermann Rorschach foi um psiquiatra suíço que ficou bastante conhecido devido aos seus trabalhos sobre o significado psicológico das interpretações de manchas de tinta. Através dos estudos, o psiquiatra desenvolveu uma técnica que se chamou Teste de Rorschach. Hermann Rorschach nasceu no dia 8 de novembro de 1884, na cidade de Zurique, na Suíça. O psiquiatra tinha grande facilidade no aprendizado de línguas e em seus estudos reuniu a sua formação acadêmica com à cultura humanista. Os seus estudos e pesquisas sobre as manchas de tinta começaram no ano de 1911. Neste período, Hermann Rorschach utilizava as manchas de tinta para estudar a fantasia e a imaginação das pessoas. Com o estudo, o psiquiatra analisava a personalidade dos seus pacientes. Hermann passou sete anos aperfeiçoando os seus estudos. Em 1918, ele cria 15 pranchas com manchas de tinta e passa a experimentá-las em seus pacientes. Três anos mais tarde ele decide enviar as pranchas para uma editora, que ela produzisse o material em série. Porém, a editora vetou algumas pranchas e reduziu a produção para apenas 10 modelos. Depois disso o psiquiatra lançou o livro “Psicodiagnóstico”, que mostrava as conclusões de Hermann sobre os seus estudos com manchas de tinta. No dia 2 de abril de 1922, Hermann Rorschach acabou falecendo de peritonite aguda em Herisau, na Suíça.