Aumenta o número de desempregados nos Estados Unidos

Taxa de desemprego cresce para 7,3% mas surpreende positivamente especialistas consultados pela Dow Jones

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

A taxa de desemprego nos Estados Unidos teve ligeira alta em outubro, para 7,3%, de 7,2% em setembro, informou o Departamento do Trabalho. O resultado foi melhor do que a previsão dos economistas consultados pela Dow Jones Newswires, que esperavam que a taxa subisse a 7,4%. O dado é obtido por uma pesquisa separada daquela que calcula a quantidade de empregos criados por mês no país. A economia norte-americana criou 204 mil empregos em outubro, informou nesta sexta-feira Departamento do Trabalho, ficando muito acima da previsão de economistas consultados pela Dow Jones, que esperavam 120 mil novos postos de trabalho. O salário médio subiu US$ 0,02, para US$ 24,10 por hora em outubro ante setembro, e o número médio de horas trabalhadas permaneceu em 40,9 horas. O setor privado criou 212 mil vagas em outubro, o maior ganho desde fevereiro, o que sugere que as empresas ignoraram a paralisação do governo americano no mês passado. O governo, por outro lado, cancelou 12 mil vagas em outubro. O setor de construção adicionou 11 mil postos de trabalho na economia no último mês e a indústria varejista criou 44,4 mil empregos. Enquanto isso, a criação de vagas em setembro foi revisada para 163 mil, da leitura inicial de +148 mil, enquanto o número para agosto foi revisto para a abertura de 238 mil postos de trabalho de 193 mil na primeira leitura. A criação média de empregos nos últimos três meses superou 200 mil postos por mês e a melhora pode permitir que as autoridades do Federal Reserve considerem reduzir o ritmo de compras de ativos já na próxima reunião, em dezembro

Leia tudo sobre: desempregoeuataxa