Prejuízo com desistências foi R$ 103 mi

iG Minas Gerais | Pedro Grossi |

O índice de desistência do Enem, realizado nos dias 26 e 27 de outubro, foi o maior da história do exame, realizado há 15 anos. No total do país, 2 milhões de estudantes não compareceram à prova – o que representou 37,7% do total de inscritos. Levando em conta o custo logístico por aluno para aplicação das provas – estimado em R$ 49,86 –, os faltantes representaram um prejuízo de R$ 103 milhões aos cofres públicos. O número de inscritos na prova também foi o maior da história do exame, com mais de 5 milhões de candidatos, número 20% superior ao do ano anterior. Em 2012, o índice de desistência foi de 27,9%, em 2011, de 26,4% e, em 2010, de 28,8%.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave