No Tocantins, centenas de armas e munições são destruídas

Segundo o coronel Roberto Adriano Dorneles, as armas de fogo foram apreendidas durante todo o ano e por todo o território do estado

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Divulgação/22º Batalhão de Infantaria
undefined
Mais de mil armas que estavam em posse da Justiça foram destruídas pelo exército, em Palmas, no Tocantins, na manhã desta sexta-feira. Segundo o coronel  Roberto Adriano Dorneles, do 22º batalhão, as armas de fogo foram apreendidas durante todo o ano e por todo o território do estado. Para realizar o procedimento, as Forças Armadas precisam aguardar trâmites e a liberação da Justiça. Junto com as armas, foram destruídas mais de 5 mil munições. "Nós fazemos a pré-destruição para evitar que as armas retornem à sociedade. Depois disso nós as levamos para Brasília e lá elas são destruídas definitivamente nos fornos de siderúrgicas que são licitadas pelo Exército" disse o coronel.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave