Muricy exalta confiança e décimo jogo invicto do São Paulo

Garantido na semifinal da Sul-Americana, Tricolor confirmou recuperação com a chegada do técnico e se aproxima do título continental

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

SITE OFICIAL/REPRODUÇÃO
Rogério segue prestigiado com Muricy Ramalho no comando tricolor
Ao empatar por 0 a 0 com o Atlético Nacional, na noite da última quarta-feira, em Medellín, na Colômbia, o São Paulo acumulou o seu décimo jogo de invencibilidade e garantiu vaga na semifinal da Copa Sul-Americana. Após o duelo, o técnico Muricy Ramalho celebrou o bom momento vivido pelo time, que reagiu de forma expressiva depois de ter passado por fases muito complicadas durante esta temporada. "Se for ver como estávamos antes, agora o time tem confiança. E foram dez jogos dificílimos, todos duros", ressaltou o comandante, no Estádio Atanásio Girardot, onde em seguida enfatizou: "Estamos passando de fase, está muito bom. Se olharem nosso time dois meses atrás, ninguém estava pensando em nada. Só estava pensando em se salvar (do rebaixamento no Brasileiro). Hoje, estamos em melhor situação". O comandante também destacou a atuação segura do time são-paulino, que conseguiu sustentar com certa tranquilidade a vantagem garantida com a vitória por 3 a 2 conquistada no duelo de ida das quartas de final, no Morumbi. "Pressão grande foi no Chile (contra a Universidad Católica, nas oitavas de final), não aqui. A pressão aqui foi de muito barulho da torcida. Porque, pelo chão, eles (adversários) não penetravam. Na bola alçada, nosso time é bom. Sinceramente, pensava que a gente ia sofrer mais", reconheceu. Rogério Ceni, por sua vez, exaltou a raça exibida pela equipe, que conseguiu superar o cansaço provocado pela desgastante viagem até a Colômbia. "O time teve espírito de luta, foi o time de guerreiros que o torcedor tanto proclama no estádio. Não apresentamos o melhor futebol, como fizemos no Campeonato Brasileiro, mas a dedicação foi grande. A gente vem de viagem, viagem, viagem, são 12 horas, hotel, e o elenco não é tão grande. Quero agradecer a boa vontade e dedicação dos companheiros que vieram até aqui", disse o goleiro. O ídolo tricolor também reconheceu que o São Paulo não fez uma partida boa no aspecto técnico em solo colombiano, mas exaltou a série invicta do time, que agora acumula oito vitórias e dois empates nas últimas dez partidas, e exibiu otimismo ao projetar a chance de conquistar o bicampeonato da Copa Sul-Americana. "O Muricy conhece muito bem o clube e também teve a dedicação de todos. Mas a torcida foi o principal. Ela comprou a ideia. Faltam quatro jogos para poder ser campeão, e essa é a minha conta", completou.

Leia tudo sobre: sao paulotricolormuricysemifinalsul-americana