Prazer no sofrimento alheio é reação biológica

Sensação é maior em relação a pessoas invejadas, afirma estudo

iG Minas Gerais |

Berlim, Alemanha. O sentimento de prazer em relação à dor ou ao sofrimento de outras pessoas é uma resposta biológica, segundo pesquisa publicada no “Annals of the New York Academy of Sciences”. A reação, definida pela expressão alemã “Schadenfreude”, foi observada em uma série de experimentos. Foram analisados os movimentos faciais de pessoas diante de imagens de diferentes estereótipos relacionadas com acontecimentos positivos, neutros e negativos. A reação dos participantes foi monitorada por eletromiografia, uma técnica para captar a atividade elétrica dos movimentos faciais. As pessoas sorriram mais quando estavam diante de alguém que invejavam tendo experiências ruins. Outro teste mediu a reação das pessoas com ressonância magnética. Os participantes se sentiam mal diante de eventos positivos e melhor por conta de eventos negativos, especialmente em relação ao estereótipo de um profissional rico. Em um jogo online, os participantes poderiam dar choques elétricos em outras pessoas. As pessoas se mostraram dispostas a machucar um estereótipo invejado. Além disso, foram selecionados dois grupos de torcidas rivais de beisebol para assistir a uma série de partidas enquanto eram monitorados. Os torcedores, claro, sentiam prazer em resultados positivos de seu time, mas ficavam felizes quando o time rival perdia para uma terceira equipe. Flash Empatia . Segundo a cientista Mina Cikara, não são todas as pessoas que experimentam esta falta de empatia como resposta humana.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave