Mais turbulências de Justin

Alvo de queixa no Rio de Janeiro, cantor usou seu perfil no Instagram para desabafar com frase misteriosa

iG Minas Gerais |

Reprodução/Instagram
undefined
São Paulo. A passagem de Justin Bieber, 19, pelo Brasil está sendo bastante conturbada. Após os seguranças do cantor serem acusados de agredirem paparazzi e o próprio artista ser alvo de queixa por pichação, ele usou o seu perfil no Instagram para desabafar. “Eu sou louco, sim. É o que o jogo fez comigo. Eu talvez precise substituir essas caretas e talvez precise me afastar das pessoas que não me deixam ser eu mesmo, mas eu sempre vou lembrar quem eu sou”, escreveu Bieber na legenda de uma foto. Na imagem, a frase “você realmente me conhece?” está grafitada em um muro. Em seu Twitter, o cantor escreveu que está gostando de sua estadia: “Brasil está sendo incrível”. Uma queixa contra Bieber foi registrada na 15ª DP (Gávea) porque ele grafitou um muro do antigo hotel Nacional, em São Conrado, na zona Sul carioca, ontem. Policiais foram ao hotel Intercontinental à procura do cantor, na noite de anteontem. Segundo informações da 15ª DP, foi aberta uma investigação para apurar o crime, previsto no artigo 65 da lei no 9.605. De acordo com a assessoria da Polícia Civil do Rio de Janeiro, um representante da assessoria do cantor foi ouvido anteontem. Ele teria dito que o cantor teria recebido autorização da prefeitura para realizar um grafite no muro da Vila Olímpica, no morro do Vidigal, mas, por questões de segurança, a equipe do cantor não achou viável Bieber grafitar naquele local. Ontem, o delegado Mauricio Mendonça encaminharia um ofício para Prefeitura do Rio para confirmar se houve essa autorização. As investigações estão em andamento para apurar o caso. No local em que Justin Bieber fazia as pichações, havia policiais e um carro da PM, que não impediram o ato. Agressões. Segundo reportagem do portal Uol, durante as cerca de três horas que Justin Bieber ficou grafitando o muro, paparazzi registraram a ocasião. De acordo com a matéria, o fotógrafo Delson Silva, da AgNews, se aproximou para fazer imagens e diz que foi agredido pelos seguranças do cantor canadense. “Um dos seguranças, deviam ter uns oito, nove, todos enormes, rasgou a minha camisa, me deu socos e tapas”, contou o fotógrafo ao portal. Apesar de a assessoria de Bieber afirmar que ele tinha autorização para grafitar o muro, um fotógrafo, que chegou a cobrir com tinta branca os grafites feitos pelo cantor, denunciou o artista formalmente, sendo que o caso foi registrado como “pichação”. Turbulência. Em sua segunda visita ao Brasil, Justin Bieber protagonizou confusões das mais diversas. O cantor se apresentou no último sábado (2), em São Paulo, e no domingo (3), no Rio de Janeiro. Na capital paulista, Bieber abandonou o palco e encerrou sua apresentação depois de atirarem uma garrafa plástica em sua direção. Mas foi no Rio que o astro teen deu o que falar. Além de ter sido expulso do hotel Copacabana Palace, supostamente por querer entrar no local na companhia de garotas de programa, ele foi fotografado deixando um prostíbulo no centro da cidade, onde esteve algumas horas na companhia de amigos.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave