Trio mineiro busca medalhas no Mundial de Ginástica de Trampolim

Os três atletas do Minas Tênis Clube participarão, até domingo, da competição que acontece na Bulgária

iG Minas Gerais | DANIEL OTTONI |

Divulgação
Bruno Martini parte em busca do bicampeonato mundial
Três atletas do Minas Tênis Clube representarão o Brasil durante o Mundial de Ginástica de Trampolim, que acontece entre esta quinta e o próximo domingo, em Sofia, na Bulgária. Mesmo em patamares diferentes das suas carreiras, os representantes mineiros vão motivados e possuem boas chances de retornar com um bom resultado. A maior expectativa está em cima de Bruno Martini. Ele competirá no aparelho duplo-minitrampolim e entra na disputa como favorito pelo título no ano passado. Ele terá que desbancar cerca de 50 atletas de 13 países. "O Mundial é a competição mais importante, então a minha expectativa é acertar a série e colocar em prática tudo que eu treinei para conquistar o bicampeonato", comenta Bruno, que tem vivido uma temporada de bom rendimento. “Esse ano tem sido muito especial. Fui campeão brasileiro, conquistei o World Games, um título inédito para o Brasil, e para ficar ainda melhor vou buscar o mundial. Como em todos os anos, será bem difícil, porque o nível é alto. Não posso errar”, projeta. Ele aponta americanos, russos, canadenses e portugueses como os principais adversários. Bruno também entra na competição por equipes ao lado de Arthur Iotte, Edmon Vidal e Ramon Vidal. No último ano, o Brasil foi prata. Já Mariana Aquino será a única representante brasileira no duplo-mini. No World Games ela ficou com a quarta colocação. “Fiquei muito satisfeita com o resultado no World Games, fui a primeira mulher brasileira a participar da competição no duplo-mini e por um décimo não trouxe uma medalha de bronze. Agora, vou buscar essa medalha que escapou”, destaca. O treinador Alexandre Rungue, que acompanha os atletas na Bulgária, elogia os pupilos e espera que o rendimento seja o melhor possível. "Estamos com três atletas bem preparados e que podem trazer bons resultados. Essa mescla na equipe é importante. O Bruno é mais experiente e vai buscar o bicampeonato. A Mariana conquistou resultados excelentes no ano e tem boas chances, e a Larissa, que é nova ainda, também vem muito forte", relata.