Minas escala seu time de embaixadores para a Copa do Mundo

Evento nesta quarta-feira, no Mineirão, apresentou craques do passado e do presente que marcaram a história do futebol do Estado

iG Minas Gerais | THIAGO NOGUEIRA |

A Prefeitura de Belo Horizonte e o governo do Estado apresentaram nesta quarta-feira, no Mineirão, os 11 embaixadores de Minas para a Copa do Mundo. O time, formado por ex-atletas e jogadores em atividade, vão ajudar a divulgar e a promover o Mundial na capital mineira. Em nome de todos os embaixadores, o atacante Júlio Baptista foi escolhido para assinar o termo que criou a condecoração. “É um reconhecimento para toda uma carreira”, destacou o jogador celeste. Do Atlético, os campeões mundiais com a seleção brasileira em 2002, Gilberto Silva e Ronaldinho Gaúcho também integram o time. “Fui recebido muito bem por aqui, só tenho a agradecer o carinho do povo daqui, em tão pouco tempo receber tantas notícias boas”, afirmou R10. A solenidade foi prestigiada pelo prefeito Marcio Lacerda e o governador Antonio Anastasia. “Desde o casamento do príncipe William, no Reino Unido, eu não via tantos reis em um salão”, brincou o governador. Lacerda informou que um decreto municipal será publicado para  Confira os embaixadores mineiros para a Copa do Mundo: Dadá Maravilha – É o quinto maior artilheiro do futebol brasileiro, com 926 gols. Por sua fama de goleador, teve a oportunidade de participar da conquista do tricampeonato na Copa do Mundo 1970. Éder Aleixo – Disputou a Copa do Mundo 1982, com um time comandado por Telê Santana. Conquistou o terceiro lugar na Copa América de 1979, o Vice-campeonato no Mundialito de Montevidéu (Uruguai), em 1980, e o Vice-campeonato da Copa América, em 1983. Gilberto Silva – Com a camisa verde e amarela, conquistou a Copa do Mundo 2002, a Copa América 2007, e a Copa das Confederações 2005 e 2009. Júlio Baptista – Com a Seleção Brasileira, foi vitorioso no Campeonato Sul-Americano Sub-20 (2001), Copa América (2004 e 2007) e Copa das Confederações (2005 e 2009). Luizinho – Pela Seleção Brasileira, jogou 36 partidas. Disputou a Copa do Mundo 1982, sob o comando do treinador Telê Santana, que admirava seu jeito de jogar. Nelinho – Defendeu a Seleção Brasileira em duas copas do mundo, sendo protagonista de um dos mais belos gols desse torneio, na decisão do terceiro lugar, disputada contra a Itália na Copa do Mundo 1978. Paulo Isidoro – Em 1982, Paulo Isidoro participou da Copa do Mundo junto a Luizinho, Toninho Cerezo e Éder, compondo um total de quatro atleticanos. Foram 41 jogos pela Seleção Brasileira de Futebol. Piazza – Seu espírito de liderança e organização reforçaram suas três convocações para a Seleção Brasileira, entre elas, a inesquecível seleção de 1970, na conquista do Tricampeonato Mundial. Levantou a taça do tri e foi eleito um dos craques do time das estrelas da Copa de 70. Reinaldo – Pela Seleção Brasileira, Reinaldo jogou 37 partidas e marcou 14 gols, conquistando a terceira colocação na Copa América 1975. Participou da Copa do Mundo 1978, na Argentina. Ronaldinho Gaúcho – Pela Seleção Brasileira, disputou a Copa América de 1999, a Copa do Mundo de 2002, a Copa das Confederações de 2005 e os Jogos Olímpicos de 2008. Sorín – Foi capitão da Seleção Argentina na Copa do Mundo 2006 e é considerado “o mais mineiro entre os argentinos”.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave