Homem é morto com oito tiros

Jovem de 19 anos foi assassinado na noite de anteontem

iG Minas Gerais | Evandro Teles |

Nelson Batista
Rapaz foi executado quando passava pela rua Júlio César de Freitas
A Delegacia de Homicídios de Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte, ainda não tem pistas sobre a autoria e a motivação do assassinato de um jovem de 19 anos na noite de anteontem, no bairro Bom Retiro. Segundo informações da Polícia Militar, após uma denúncia anônima, uma viatura deslocou-se até a rua Júlio César de Freitas. No local, militares encontraram a vítima, Rangel Ferreira de Oliveira, caída no passeio. “Acionamos imediatamente uma equipe de resgate do Samu, que constatou o óbito do rapaz”, informou um dos policiais que atendeu a ocorrência. Oliveira foi atingido por três tiros nas costas, dois no braço esquerdo, um na coxa direita, um na clavícula e um no rosto. “O crime tem as características de uma execução. Um familiar da vítima, no entanto, não soube dizer se Oliveira tinha inimigos. Além disso, nenhuma pessoa próxima soube informar sobre algum suspeito, imperando, mais uma vez, a lei do silêncio”, disse um policial. Um morador disse ter ouvido barulho de tiros, mas ficou com medo de sair à rua para verificar o que estava acontecendo. Segundo ele, a violência tem aumentado na região. Após registrar 26 mortes violentas em outubro, o maior índice em cinco anos, Betim continua apresentando uma alta média de homicídios neste mês de novembro. Segundo informações da Polícia Militar, até terça-feira, 5, cinco pessoas haviam sido assassinadas na cidade. Para inibir esse tipo de crime, além de assaltos e furtos, a Polícia Militar tem realizado várias ações preventivas, com a Betim Segura, em algumas regiões.  

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave