Amizade entre Sonan e Matilde vira romance

Vedete e monge não resistem à paixão e se rendem a esse amor proibido

iG Minas Gerais |

Globo
Amor. Monge vai rever todo o seu modo de viver ao se entregar à paixão que sente por Matilde
São Paulo. A amizade colorida que caminha a passos lentos entre a vedete Matilde (Fabíula Nascimento) e o monge Sonan (Caio Blat) vai começar a esquentar nos próximos capítulos de “Joia Rara” (Globo), folhetim da faixa das 18h. Ambos vão se aproximar cada vez mais, e esse amor proibido se torna real, fazendo com que o rapaz repense todo o sentido de sua vida. “No começo, essa relação entre eles é muito discreta e respeitosa, principalmente porque Sonan e Matilde ainda não perceberam o que realmente sentem um pelo outro”, conta Duca Rachid, autora da trama em parceria com Thelma Guedes. “Mas, quando esses dois descobrirem o que rola de fato entre eles, será algo muito mais intenso, algo que eles não resistem e se entregam”, adianta a escritora. A atriz Fabíula Nascimento se diz ansiosa para o desfecho dessa parte da trama. “Quero que ela se entregue a esse amor proibido. O coração não escolhe de quem gostar e acho que será uma relação muito bonita e honesta”, afirma. Nos próximos capítulos, Sonan volta do Himalaia e se encontra com a moça. Nesse momento, ele dá a ela um colar, como forma de mostrar que sentiu falta dela enquanto esteve longe. Com os dois morando na mesma pensão, o clima vai esquentar, e ele fica desnorteado, sem saber o que fazer. “Nunca conhecemos um monge que se apaixonou na vida real, mas Sonan, na trama, vai admirar Matilde cada vez mais. Vai ser muito bonita essa história”, conta a também autora Thelma Guedes. Atentado. O operário Mundo (Domingos Montagner) fica entre a vida e a morte, em “Joia Rara”, depois que Manfred (Carmo Dalla Vecchia) e seus capangas o jogam pela janela do cabaré, a mando de Ernest (José de Abreu). Tudo ocorre depois que Ernest descobre que o filho que Iolanda (Carolina Dieckmann) espera é, na verdade, de Mundo. Com isso, ele ordena a morte do rival imediatamente. No dia em que o operário marcar uma grande confraternização com seus colegas para revelar a sua candidatura a um cargo político nas próximas eleições, uma confusão proposital é armada no local, e o atentado ocorre, sem que ninguém perceba a autoria do crime. A tentativa de homicídio, porém, não dá resultado. Após um mês em coma, Mundo se reabilita.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave