Ações para garantir a segurança dos taxistas serão intensificadas

Reunião contou com a presença de representantes dos taxistas, o governador do Estado e o secretário de Defesa Social e também com a chefe do policiamento em Belo Horizonte

iG Minas Gerais | JULIANA BAETA |

O número de operações para reduzir o índice de assalto e violência contra taxistas na capital será maior. A medida foi anunciada nesta quarta-feira (6) pelo governador Antonio Anastasia durante a reunião com os representantes dos taxistas de Belo Horizonte, com o secretário de Defesa Social Rômulo Ferraz e com a chefe do Comando de Policiamento da Capital, coronel Cláudia Romualdo.  Atualmente, segundo a coronel, a cidade conta com 75 operações diárias para combater a criminalidade envolvendo os taxistas mas, segundo o presidente do Sindicato Intermunicipal dos Condutores Autônomos de Veículos Rodoviários de Minas Gerais (Sincavir-MG), Dirceu Reis, o número é baixo, se levado em consideração o tamanho da capital e o número de taxistas que realizam o trabalho: 12 mil. O encontro foi satisfatório, segundo Reis, e as ações de segurança serão intensificadas. Além disso, segundo o governo, os taxistas deverão ser ouvidos para que os pontos e horários de maior risco possam ser identificados. "O governador entendeu nossas reivindicações. Essas medidas virão em boa hora, já que estamos chegando na época do Natal e, neste período, a demanda de clientes é maior, mas o número de assaltos também", finalizou o presidente do Sincavir. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave