Joel Santana nega acerto com Angola, mas confirma recusa ao Vasco

Treinador afirmou que prestará um serviço de consultoria ao selecionado africano

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

REPRODUÇÃO/BAHIA
Joel afirmou, no entanto, que "precisaria pensar" caso recebesse um convite da Angola
O técnico Joel Santana negou a informação do jornal 'O Globo' de que ele iria assumir a seleção de Angola. O treinador afirmou, no entanto, que está colaborando para a evolução do futebol no país em um projeto visando a classificação para a Copa do Mundo de 2018 e que, por isso, recusou uma oferta do Vasco. "Não sou o novo técnico. Isso é um projeto que o governo angolano está fazendo, um investimento para a Copa de 2018. Estão procurando pessoas influentes para uma espécie de uma consultoria. Futuramente até pode haver um contato", disse Joel à Agência Efe. O treinador ainda contou que vai viajar para o país africano nesta quinta-feira para conhecer de perto os investimentos feitos na Angola. Ele ficará de sete a dez dias por lá e provavelmente vai acompanhar o amistoso dos angolanos contra a Espanha, em Luanda. Joel, no entanto, disse que "precisaria pensar" caso ocorra um convite dos Palancas Negras para que ele assuma o comando da seleção. "Eu, por exemplo, recusei treinar o Vasco, que me procurou. Só não fechei porque já estava com passagem marcada para ir a Angola".

Leia tudo sobre: futebolesportejoel santanaangola