Blatter sugere acabar com repescagem das Eliminatórias

Presidente da Fifa quer buscar um novo formato que seja mais objetivo em definir os classificados para o Mundial

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

REPRODUÇÃO/FIFA
Presidente da Fifa quer punições mais rigorosas com ato lamentável
O presidente da Fifa, Joseph Blatter, sugeriu acabar com a repescagem das Eliminatórias da Copa do Mundo nesta terça-feira. Às vésperas das partidas que definirão as últimas vagas do Mundial de 2014, o dirigente diz buscar um novo formato que defina os classificados sem a necessidade de jogos extras. Em entrevista ao site da Fifa, Blatter não indicou qual seria o melhor formato para as Eliminatórias e nem um prazo para implementar mudanças. Mas afirmou que quer "uma solução na qual, no fim das Eliminatórias, as seleções saibam se estão dentro ou fora da Copa, sem esta repescagem", declarou. Blatter revelou insatisfação com a repescagem a poucos dias dos jogos que definirão as últimas 11 seleções classificadas para a Copa. Os duelos serão realizados em duas partidas, de ida e volta. "Haverá certo drama porque você tem que eliminar um dos times agora em apenas duas partidas. Acho que isso é bom para a televisão, é bom para o espetáculo do futebol, mas acho que temos que achar uma outra solução", declarou Blatter. Recentemente, o presidente da Uefa, Michel Platini, sugeriu uma Copa do Mundo com 40 seleções, oito a mais que o atual formato. Um Mundial com mais equipes exigiria uma nova forma de disputa das Eliminatórias, possivelmente sem a necessidade de repescagem.

Leia tudo sobre: blattercopa do mundofifa eliminatoriasrepescagem