Pagamento digital é regulamentado e deve deslanchar

iG Minas Gerais |

FORTALEZA . Fazer pagamentos via telefone celular, usar um cartão previamente carregado com dinheiro para quitar as despesas do mês ou ainda acumular valores nos chamados moedeiros virtuais são serviços que deverão deslanchar no Brasil a partir de agora. Regulamentação que abre caminho para que bancos e instituições não financeiras possam oferecer esses produtos foi aprovada pelo Conselho Monetário Nacional (CMN) e divulgada ontem pelo Banco Central. Os normativos definem as atribuições de operadoras de telefonia móvel, bancos e empresas não financeiras para oferecer o serviço.   O ponto central da nova regulamentação é a criação da chamada conta de pagamento, uma espécie de conta corrente virtual onde será possível depositar, sacar, transferir e pagar contas. O foco é incluir milhares de pessoas de baixa renda que estão fora do sistema financeiro. Essas contas são a base para o lançamento no mercado dos serviços de pagamento via celular e também dos cartões pré-pagos e dos moedeiros eletrônicos. Este último é um sistema administrado por empresas não financeiras (como Paypal e PagSeguro) muito popular no e-commerce em países como os Estados Unidos e por meio do qual pode-se acumular valores, realizar saques e pagamentos na internet. As empresas que atuarem com esses produtos ficarão sob a total supervisão do Banco Central, mesmo não sendo uma instituição financeira.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave