Restaurante Bolão pode perder espaço para drogaria

Restaurante deve continuar no prédio vendido recentemente, mas casa utilizada como depósito terá que ser desocupada; família vai analisar proposta

iG Minas Gerais | Aline Diniz e Bruna Carmona |

ALISSON GONTIJO
Militar estava bêbado e atirou contra dois comerciantes do restaurante Bolão
O tradicional restaurante Bolão, no bairro de Santa Tereza, na região Leste de Belo Horizonte, vai perder parte do espaço, mas deve continuar no local, segundo informou o médico que comprou o prédio. A casa ao lado pode ser transformada em uma drogaria. Na noite dessa segunda-feira (4), a família de Sílvio Eustáquio Rocha, um dos donos do restaurante, reuniu-se com o novo proprietário para discutir questões como o valor do aluguel. “Vamos colocar as contas na ponta do lápis e analisar a questão da perda de espaço. Ainda não há contrato assinado”, disse Sílvio. A proposta discutida no encontro amigável prevê que o valor do aluguel sofra um pequeno reajuste, mas o Bolão vai ter de desocupar a casa ao lado, atualmente utilizada como depósito, e o espaço onde funciona um restaurante a quilo. “Já entrei com a papelada para recuperar a casa ao lado, que deve ser alugada para uma drogaria ou outra empresa”, explicou o médico. Ele garante, ainda, que não tem qualquer interesse provocar a mudança do restaurante. “Respeito muito a família. Eles podem continuar lá o tempo que quiserem”, completou. Oferta O novo proprietário do prédio contou que a compra do imóvel não partiu de iniciativa sua. “Vieram aqui (não especifica quem), me ofereceram e a compra foi fluindo. Foi um investimento”. O médico quer, também, resgatar um pouco da história do prédio e, consequentemente, do bairro.  

Leia tudo sobre: bolãosanta terezamédico