Presa quadrilha que transportava 35 kg de cocaína do Paraná para BH

Seis homens foram presos suspeitos de serem o dono da droga; eles estava em uma loja de auto peças na avenida Pedro II

iG Minas Gerais | MÁBILA SOARES |

PF/Divulgação
undefined
A Polícia Federal (PF) aprendeu nessa segunda-feira (4) mais de 35 kg de cocaína na avenida Pedro II, uma das principais avenidas de Belo Horizonte. Seis homens foram presos suspeitos de serem o dono da droga.  De acordo com a PF, a quadrilha é do Paraná e era investigada há aproximadamente quatro meses. Eles são especializados em fornecer drogas para um grupo de traficantes de Mina, que faziam a distribuição do material para outros traficantes de menor porte na capital e região metropolitana. Durante as investigações, os policiais descobriram que uma enorme quantidade de drogas seria enviada para Minas. Porém, o transportador sofreu um acidente de carro no trajeto entre a cidade de Foz do Iguaçu e a capital mineira, ainda na divisa dos estados do Paraná e São Paulo. Devido à batida, os criminosos tiveram que contratar um caminhão-reboque para dar sequência ao tráfico. Em Belo Horizonte, foi feito o acompanhamento do caminhão e dos homens que o escoltavam até uma loja de auto peças na avenida Pedro II, onde foi feita a abordagem de todo o grupo. Na ocasião, a PF encontrou escondido em um compartimento montado no teto do veículo vários pacotes de cocaína. A droga era cloridrato de cocaína com alto grau de pureza, cuja manipulação permite a fabricação de crack com a utilização de produtos químicos. Após a mistura obtém-se cinco vezes mais droga do que a quantidade apreendida. Entre os presos estão seis homens com idades entre 27 e 47 anos, sendo três naturais de Foz do Iguaçu e três de Belo Horizonte. Todos foram indiciados por tráfico de drogas e associação ao tráfico. Se condenados podem pegar até 20 anos de prisão, além de serem obrigados a pagar multa. Investigações continuam De acordo com a Polícia Federal, os trabalhos continuam com o objetivo de desmantelar a outras quadrilhas responsáveis pelo abastecimento de traficantes na região metropolitana, inclusive acerca de outros traficantes membros da mesma quadrilha.

Leia tudo sobre: operaçãopresostraficantesquadrilhaPolícia Federal