Petrobras planeja investir R$ 1,5 bi em projetos socioambientais

O objetivo é empregar o valor em projetos que se encaixem em sete eixos: produção inclusiva e sustentável, biodiversidade e sociodiversidade, direitos da criança e do adolescente, florestas e clima, educação, água e esporte.

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

FABIO MOTTA/ESTADÃO CONTEÚDO
Plano de investimento entre os anos de 2013 e 2017 é de US$ 236,7 bilhões
A estatal Petrobras investirá R$ 1,5 bilhão entre 2014 e 2018 em projetos socioambientais. O anúncio foi feito hoje (5) pela presidente da companhia, Graça Foster, e pelo gerente executivo de responsabilidade social, Armando Tripodi. O objetivo é investir em projetos que se encaixem em sete eixos: produção inclusiva e sustentável, biodiversidade e sociodiversidade, direitos da criança e do adolescente, florestas e clima, educação, água e esporte. Dessa forma, a companhia passa a integrar os programas na área de meio ambiente e cidadania. A presidente da Petrobras lembrou que as iniciativas financiadas devem ter como público-alvo mulheres, negros e pessoas com deficiência e disse que as políticas sociais e ambientais devem complementar políticas econômicas do país. De acordo com balanço do gerente executivo da estatal, o investimento da Petrobras no setor socioambiental chegou a R$ 546 milhões, entre 2007 e 2012, com impacto sobre 20,3 milhões de pessoas, direta ou indiretamente. "Juntamos a dimensão social com a questão ambiental entendendo que é possível cuidar de nossas duas riquezas: a natureza e o povo brasileiro", disse Tripodi. Na área do meio ambiente, o gerente destacou que os recursos da empresa foram fundamentais para salvar da extinção tartarugas marinhas e a baleia jubarte. Segundo ele, os projetos também contribuíram para a recuperação de biomas degradados como a caatinga e o cerrado, além de ambientes costeiros e marinhos. Para incentivar a troca de experiências bem-sucedidas na área de cidadania, a companhia também lançou hoje o Prêmio Petrobras de Esporte Educacional, que vai destinar R$ 500 mil para práticas pedagógicas de sucesso. Serão premiados projetos em três categorias: terceiro setor, universidade e escola. Os prêmios para os três melhores projetos somam R$ 30 mil. A Petrobras também vai doar materiais esportivos e equipamentos para organizações sociais. "Queremos conhecer experiências inovadoras investir no esporte que inspira, instrui, motiva e ensina a respeitar as diferenças", reforçou Tripodi. A companhia ainda anunciou vai começar a vender, nas lojas de conveniência de postos de gasolina, produtos oriundos de assentamentos da reforma agrária. As incrições para o prêmio serão abertas em fevereiro de 2014 no site: www.petrobras.com.br/premioesporte. O vencedores serão anunciados em maio. no Senado, Eduardo Braga (PMDB-AM), ao ser questionada.

Leia tudo sobre: PetrobrasinvestimentoGraça Fostersocioambientalprojeto