Dilma define como 'alarmante' número de estupros em 2012

Dilma aproveitou para anunciar a criação da "Casa da Mulher", programa de defesa e auxílio no combate a violência contra a mulher

iG Minas Gerais |

Wilson Dias/ABr
undefined
A presidente Dilma Roussef, através de uma rede social, lamentou os dados do 7º Anuário Brasileiro de Segurança Pública. Segundo o Anuário, em 2012, ocorreram mais de 50 mil casos de estupro no Brasil - 18% a mais em relação a 2011. Ela aproveitou o espaço para divulgar a criação do programa 'Casa da Mulher', que reúne, em um único local, delegacias, defensorias, apoio psicológico e outros serviços jurídicos para ajudar no combate da violência contra a mulher. Apesar de taxar a situação como "alarmante", a governanta afirmou que seu governo combate a violência contra a mulher e é defensor da igualdade de gêneros. Ainda segundo Dilma, os números apresentados são subestimados e, apesar dos avanços obtidos depois da implementação do serviço telefônico 180, que recebe denúncias, e da criação da Lei Maria da Penha, que torna crime a agressão contra a mulher, a realidade brasileira é "uma vergonha que precisa ser superada".  

Leia tudo sobre: dilmaviolenciacrimeestupromulhercasa da mulher