Nadal eleva vantagem e mira duas vitórias para segurar topo

Espanhol tem quase dois mil pontos a mais que o sérvio Novak Djokovic, segundo colocado na lista

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Divulgação/Nike
Para Nadal, Federer apenas vive uma má fase e deve retomar seu melhor tênis em breve
O espanhol Rafael Nadal ampliou a sua vantagem na liderança do ranking da ATP na atualização desta segunda-feira mesmo tendo parado nas semifinais do Masters 1000 de Paris, mas ainda não assegurou a condição de número 1 ao término da temporada. Com a sua campanha no torneio francês, ele chegou aos 12.030 pontos e ainda precisa de duas vitórias no ATP Finals, que será disputado nesta semana em Londres, para terminar a temporada na liderança da lista. Nadal aumentou a sua vantagem para Novak Djokovic, mesmo que o sérvio tenha faturado o título do Masters 1000 de Paris no último domingo. Djokovic, porém, descartou os 1.500 pontos do ATP Finals do ano passado. No entanto, ele ainda pode somar 1.650 nesta temporada, pois ainda vai jogar o torneio londrino e a final da Copa Davis contra a República Checa. Vice-campeão do Masters 1000 de Paris, o espanhol David Ferrer é o terceiro colocado no ranking, com 5.800 pontos e apenas 10 de vantagem para o britânico Andy Murray, que não entra mais em quadra nesta temporada. Já o argentino Juan Martin del Potro é o quinto, com 5.055 pontos e chances reais de ascender na lista se realizar boa campanha no ATP Finals. O suíço Roger Federer foi ultrapassado por Tomas Berdych e caiu para o sétimo lugar, com 3.805 pontos, contra os 3.980 do checo. Ele foi semifinalista do Masters 1000 de Paris na última semana, mas descartou os pontos da decisão do ATP Finals no ano passado. O suíço Stanilas Wawrinka Bellucci é o oitavo colocado no ranking da ATP, com 3.330. Ele é seguido por tenistas franceses que trocaram de posições e completam o Top 10, com Richard Gasquet em nono lugar e Jo-Wilfried Tsonga em décimo. BRASILEIROS - O brasileiro Thomaz Bellucci voltou ao Top 150 do ranking da ATP ao conquistar o título do Torneio Challenger de Montevidéu, no Uruguai, com a vitória sobre o argentino Diego Schwartzman na decisão. Ele subiu 21 posições na lista e agora este em 147º lugar, com 375 pontos. Mesmo assim, ele segue sendo apenas o terceiro melhor brasileiro na lista, atrás de Rogério Dutra Silva, que está em 124º lugar, e João Souza, o Feijão, na 137ª colocação. No ranking de duplistas, Marcelo Melo subiu para o quinto lugar, com 4.580 pontos, ao repetir as semifinais de 2012 no Masters 1000 de Paris. Ele está duas posições atrás do também brasileiro Bruno Soares. Na lista desta temporada para as duplas, Melo e o croata Ivan Dodig estão na terceira colocação, enquanto Soares e o austríaco Alexander Peya ocupam o segundo lugar. As duas parcerias participam nesta semana do ATP Finals. Confira como ficou o ranking da ATP: 1.º Rafael Nadal (ESP), 12.030 pontos 2.º Novak Djokovic (SER), 10.610 3.º David Ferrer (ESP), 5.800 4.º Andy Murray (GBR), 5.790 5.º Juan Martín del Potro (ARG), 5.055 6.º Tomas Berdych (RCH), 3.980 7.º Roger Federer (SUI), 3.805 8.º Stanislas Wawrinka (SUI), 3.330 9.º Richard Gasquet (FRA), 3.300 10.º Jo-Wilfried Tsonga (FRA), 3.065 11.º Milos Raonic (CAN), 2.860 12.º Tommy Haas (ALE), 2.435 13.º Nicolás Almagro (ESP), 2.290 14.º John Isner (EUA), 2.150 15.º Mikhail Youzhny (RUS), 2.145 16.º Fabio Fognini (ITA), 1.930 17.º Kei Nishikori (JAP), 1.915 18.º Tommy Robredo (ESP), 1.810 19.º Gilles Simon (FRA), 1.790 20.º Kevin Anderson (AFS), 1.681 124.º Rogério Dutra Silva (BRA), 447 137.º João Souza (BRA), 406 147.º Thomaz Bellucci (BRA), 375 181.º Guilherme Clezar (BRA), 286

Leia tudo sobre: tenisnadalrankingatplider