Cruzeiro corre risco de receber taça longe do Mineirão

Ideia é que equipe vencedora receba taça no primeiro jogo como mandantes após a confirmação do título; troféu poderá ser entregue ao Cruzeiro em Varginha

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

SÃO PAULO/DIVULGAÇÃO/SITE OFICIAL
Taça de Campeão Brasileiro deverá ser entregue no primeiro jogo da equipe vencedora como mandante após a confirmação do título
A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) estuda como será feita a entrega das taças de campeão do Brasileiro da Séries A e B. Sem a festa de premiação realizada todo ano, a ideia da entidade é que as honrarias sejam repassadas às respectivas equipes campeãs no primeiro jogo em casa que fizerem após a confirmação dos títulos. A expectativa é que a CBF bata o martelo sobre a situação até o fim desta semana. Desta maneira, o Cruzeiro, que pode assegurar a conquista no próximo domingo frente ao Grêmio, teria o troféu em sua posse no compromisso contra a Ponte Preta, marcado para o dia 17 de novembro, no estádio Dilzon Melo, em Varginha. A partida, que aconteceria no Gigante da Pampulha, foi repassada para o Sul de Minas por conta da punição aplicada à equipe celeste devido aos incidentes no clássico com o Atlético. A Raposa foi punida pelo STJD com a perda de um mando de campo, mas ainda será julgada no pleno do Tribunal nesta quinta-feira, dia 7 de novembro, e pode ser absolvida. A premiação do Campeonato Brasileiro acontecia sempre em festas organizadas em teatros, seja no Rio, onde foi realizado de 2005 a 2010, ou seja em São Paulo, palco nos dois últimos anos. Nessa mesma festa, a CBF também premiava os melhores jogadores do Brasileirão - é um eleito por posição, além do craque do campeonato. Já a premiação aos atletas será mantida, mas os detalhes da cerimônia de entrega ainda não foram revelados pela entidade - a votação, feita com jornalistas, começa nesta semana.