Montes Claros dispensará titulares durante a semana

Medida é para salvar o projeto e sanar as contas do time do Norte de Minas pelos próximos três anos

iG Minas Gerais | DANIEL OTTONI |

montes claros/divulgação
Dispensados. Segundo Paulo Martins, atletas que saírem serão encaminhados a outras equipes
Com apenas uma vitória em cinco jogos na Superliga masculina de vôlei e ocupando a oitava posição na tabela do torneio nacional, o Montes Claros também passa por momento de dificuldades fora de quadra. Os recursos esperados inicialmente sofreram cortes, e para não comprometer todo o projeto, que tem expectativa de se manter na cidade por três anos, algumas adequações terão que ser feitas a começar pela dispensa de atletas. “Foi uma das alternativas que encontramos. Queremos ter estabilidade durante esse período e este foi um dos caminhos encontrados”, comenta Paulo Martins, ex-técnico e agora presidente do time. São esperadas de três a cinco dispensas que podem incluir titulares do time. “Alguns jogadores não estão rendendo o esperado. É uma situação emergencial que precisamos corrigir para não comprometer a atual temporada e também as próximas”, mostra Martins. Atualmente, o Montes Claros conta com 18 atletas. Para não deixar os jogadores em uma situação desfavorável – uma vez que o regulamento não permite que os atletas que já entraram em quadra atuem por outra equipe do torneio –,a equipe cumprirá suas obrigações no momento da rescisão, procurando, inclusive, ajudar no futuro dos atletas, encaminhando-os para clubes da Superliga B ou até mesmo fora do país. Vivo-Minas perde e cai para sexta posição na Superliga  No duelo que valia a quinta posição na tabela da Superliga masculina, o Vivo-Minas deu trabalho ao Moda-Maringá-PR, fora de casa, na noite do último sábado, mas acabou derrotado por 3 a 0 (21/18, 21/19 e 23/21). Com o resultado, a equipe mineira trocou de lugar com os paranaenses e caiu para a sexta posição. Os opostos Lorena, do Maringá, e Franco, do Minas, ficaram empatados como os maiores pontuadores do jogo, com 11 anotações. O atleta do time da casa foi eleito o melhor em quadra ao final da partida. “O prêmio poderia ir para qualquer jogador. Prefiro pensar no grupo. Eu sozinho não vou fazer nada, mas com esse grupo unido, jogando forte, podemos fazer muita coisa”, comemorou. (DO)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave