Tucanos querem lançar Aécio neste ano

José Serra disse que fará campanha se mineiro for o candidato

iG Minas Gerais |

Juliana Knobel
Senador defende que nome só seja definido em março de 2014
Brasília. Diante do ritmo acelerado de campanha dos adversários, o grupo majoritário do PSDB que apoia a candidatura presidencial do senador Aécio Neves (MG) cobra do partido o fim da dubiedade em relação a uma disputa interna com o ex-ministro José Serra e a oficialização do nome do mineiro o mais rápido possível, e não em março.Senadores e deputados tucanos pediram ao líder do PSDB no Senado, Aloysio Nunes Ferreira (SP), um dos mais próximos interlocutores de Serra, que o ex-governador tome a iniciativa de antecipar o anúncio de sua candidatura à Câmara ou ao Senado antes da virada do ano.“O partido já tem uma decisão tomada por unanimidade. Nós respeitamos o Serra, mas não podemos esconder que há uma inquietação grande para uma definição imediata. Fatos supervenientes ocorreram, e a candidatura do Aécio, que é oficiosa, precisa se tornar oficial”, defendeu o vice-presidente do PSDB, senador Cássio Cunha Lima (PB), citando a grande movimentação das duplas Marina Silva-Eduardo Campos (PSB) e Dilma Rousseff-Lula (PT).Em entrevista ao portal UOL, Serra ainda se apresentou como pré-candidato a presidente, mas fez uma inflexão no discurso. Disse que vai trabalhar a favor da unidade do partido, “com quem for o candidato”, ele ou Aécio Neves.Perguntado de fará campanha para o mineiro, Serra disse: “Farei. Trabalharei para que a haja unidade, primeiro. Segundo, havendo unidade, para que a unidade se projete na campanha”.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave